Contradições de Domingo de Ramos


Hoje é dia de euforia, de ramos e de capas pelo chão… Dia de aclamações mas também de contradições. Jesus é recebido, com aclamações e sinais visíveis de alegria na cidade velha de Jerusalém. Mas Ele sabe bem que é um triunfo passageiro, que vai durar pouco. Amanhã…os mesmos que hoje levantam ramos e O aclamam, pedirão a Sua morte, escolherão Barrabás – assassino e malfeitor, e gritarão: “Crucifica-O! Crucifica-O!”

Este caso, porém, não é apenas do passado, continua a repetir-se através dos tempos e também no nosso. É a atitude de tantas e tantos que, hoje, aclamamos e, amanhã, voltamos aos nossos egoísmos, a viver de costas voltadas para a Palavra do Senhor.

As contradições estão aí… em cada um de nós.

*****

Diz a Sagrada Escritura: «É em Jesus Cristo que temos a redenção e a remissão dos pecados, pelo Seu Sangue». (Ef. 1, 7)

*****

Semana Santa ou Maior
É nome que lhe ficou
Por recordar o Amor
Com que Jesus nos salvou.

Mas a humana salvação
Nunca provém de um só lado:
Vem de Deus que deita a mão
E do homem ajoelhado.

In Jornal “Avé Maria” (Semanário), Vila Real, 1 de Abril de 2012

Sem comentários:

Também poderá gostar de ler sobre...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...