Deus É o Primeiro


Deus não é um taxista, apesar de todo o respeito que os taxistas nos merecem.

Um táxi: chamo-o, ele para. Digo: “A tal lugar, rua, número…” E a viatura corre as ruas, quantas vezes estreitas, saturadas… Digo: «Vem», e ele vem: «Vai», e ele vai. (cf. Lc. 7, 8).

Deus não está à minha disposição, não é meu empregado, não está ao serviço das nossas ideias, mesmo daqueles que receberam o prémio Nobel ou possuem imensos haveres! Os homens quiseram pregá-lO numa cruz para que não lhes escapasse. Era melhor que numa prisão; tinham-nO à mão, podiam desprendê-lO quando entendessem como um objecto.

Deus é o primeiro, o chefe, é meu Pai. É assim. Posso fechar os olhos e dizer que o sol não existe… mas não elimino o sol.

Na lua ou debaixo do betão do abrigo atómico, ou nos bairros mais degradados… no teatro ou no café… Deus está, é sempre Deus… e para sempre.

*****

Diz a Sagrada Escritura: «Aquele que diz ser de Jesus deve também proceder como Ele procedeu(1Jo. 2, 6)

*****

Se és de Deus um peregrino,
Pára um pouco e nisto pensa
Caminhar na indiferença
É pôr em risco o caminho.

Por isso toda a missão
Dos batizados é isto:
Transmitir o Amor de Cristo
Que se traz no coração.

In Jornal "Avé Maria" (Semanário) – Vila Real, 22.07.2012

Sem comentários:

Também poderá gostar de ler sobre...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...