Há cinquenta anos


No próximo dia 1 [Novembro] completam-se cinquenta anos sobre a abertura do Concílio Vaticano II. Uma simples frase do, agora, beato João XXIII, pronunciada a 25 de Janeiro de 1959, na presença de 18 cardeais, provocou o espanto e a satisfação geral do mundo inteiro: “Decidi convocar um concílio ecuménico”.

Os católicos quase já não sabiam o que era: desde 1563 (Concílio de Trento), realizou-se p Vaticano I – o Concílio do primado papal, em 1870, e que, por falta de condições sociais estáveis, não chegou a celebrar a sua clausura.

Por diversas vezes, João XXIII afirmou que a ideia lhe tinha vindo de repente, inspiração do Espírito Santo.

- “Porque um Concílio?” Sem dizer palavra, o Papa levanta-se, abre uma janela e aponta para o interlocutor espantado. O ar fresco vindo de fora por provocar correntes de ar, mas renova o ambiente. Eis o que o Concílio pretende – renovar a Igreja.

*****

Diz a Sagrada Escritura: «Chegados a Jerusalém, (Paulo e Barnabé) foram recebidos pela Igreja, (…) e contaram tudo o que Deus fizera com eles. Os Apóstolos e os Anciãos reuniram-se…» (Act. 15, 4-6)

*****

Todo o cristão deve crer
Que o Evangelho é força e luz,
Só pelo facto de ser
A palavra de Jesus.

Sendo assim, é evidente
Que, se a palavra nos fala,
A Vida estará presente
Em quem souber escutá-La.

In Jornal “Avé Maria” (Semanário) – Vila Real, 7.10.2012

Sem comentários:

Também poderá gostar de ler sobre...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...