Novo Pentecostes

Cinquenta anos depois do Concílio Vaticano II, qual a situação da Igreja?

Acusações como “O Concílio mergulhou a Igreja numa crise sem igual, esvaziou os seminários e as igrejas, provocou o abandono de tantos padres, a falta de respeito pelo Santíssimo Sacramento…” são frequentes… Como se o Vaticano II não fosse “o acontecimento fundamental da vida da Igreja contemporânea”, no dizer do Beato João Paulo II e que o Beato João XXIII apresentou como um “novo Pentecostes”.

Pentecostes é o momento em que os Apóstolos, barricados no Cenáculo, empurrados pelo Espírito Santo, destrancam as portas e se lançam pelo mundo a anunciar Jesus. Esse dia marca o início de tantas perseguições e martírios… que só terminarão no fim dos tempos.

Aqueles que têm medo de enfrentar o mundo, de apresentar Jesus na linguagem de hoje gostariam de regressar ao Cenáculo e trancar as portas.

Medo ou fé? Temos de escolher.

*****

Diz a Sagrada Escritura: «Ensinai a todas as gentes tudo quanto vos mandei. E Eu ficarei convosco, todos os dias, até ao fim do mundo(Mt. 28, 20)

*****

A Escritura nos ensina
Que é o Espírito de Deus
Que faz da Terra e dos Céus
Uma Família divina.

Cria assim um Mundo Novo
Em que o Amor é presente,
Como força veemente
A conduzir o Seu Povo.

In Jornal “Avé Maria” (Semanário) – Vila Real, 30.09.2012

Sem comentários:

Também poderá gostar de ler sobre...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...