Domingo de Ramos

É o domingo que abre a Semana Santa e uma das festas cristãs mais populares com duas vertentes: - a bênção e a procissão dos Ramos comemoram a entrada triunfal de Jesus na cidade de Jerusalém, aclamado por toda a gente de ramos na mão; na Santa Missa, celebrada logo a seguir, o evangelho da Paixão e Morte de Jesus introduz-nos na segunda vertente: Aquele que é aclamado no cortejo é o mesmo que morre na cruz para nos salvar. O título desta festa “Domingo de Ramos na Paixão do Senhor” coloca-nos diante dos dois aspectos.

Tenhamos presente que a bênção dos ramos é secundária em relação à procissão. Não se pretende colocar nas mãos dos fiéis objectos benzidos para guardar mas para aclamar, com eles, Jesus ao longo da caminhada. Os ramos só têm sentido para a procissão. Podemos guardá-los mas unicamente para nos lembrarem que, com eles, aclamamos Jesus como Rei e Senhor.

*****

Diz a Sagrada Escritura: «O grupo dos discípulos começou a louvar alegremente a Deus, em alta voz, (…). E diziam: Bendito o Rei que vem em nome do Senhor. Paz no Céu e glória nas alturas(Lc. 19, 37-38)

*****

Semana Santa ou Maior
É nome que lhe ficou
Por recordar o Amor
Com que Jesus nos salvou.

Mas a humana salvação
Nunca provém de um só lado:
Vem que Deus que deita a mão.
E do homem ajoelhado.

In Jornal “Avé Maria” (Semanário) - Vila Real, 24.03.2013

Sem comentários:

Também poderá gostar de ler sobre...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...