Um preside... mas todos celebramos

Um dos grandes méritos da reforma litúrgica operada pelo Concílio Vaticano II está na insistência de que todos participamos na Liturgia. Antes, era o celebrante que “dizia a Missa” e os fiéis “assistiam”, “seguindo a sua Missa”, rezando o terço, lendo um livro de piedade,… Hoje, a Missa é participada: clérigos e leigos… são igualmente actores da celebração embora com funções diferentes. Se um preside… todos somos celebrantes.


Para fomentar a participação activa, promovam-se as aclamações dos fiéis, as respostas, a salmodia, as antífonas, os cânticos, bem como as acções, gestos e atitudes corporais. Não deve deixar de observar-se, a seu tempo, um silêncio sagrado” – diz o Concílio no documento sobre a Liturgia, nº30).

Devido à ordenação, à consagração para “agir em nome de Cristo”, o padre preside, torna Cristo – Cabeça do Corpo que é a Igreja e de que os fiéis são membros – presente.

*****

Diz a Sagrada Escritura: «Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância(Jo. 10, 10)

*****

Se um ser humano tropeça
E cai no chão do caminho,
Ergue-se mesmo sozinho,
E a viagem recomeça.

Sendo assim, já concluíste
Que nesta terrena prova,
Que hora a hora se renova,
Só vence quem não desiste


In Jornal “Avé Maria” (Semanário) – Vila Real, 4 de Agosto de 2013

Sem comentários:

Também poderá gostar de ler sobre...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...