Quaresma - tempo de partilha


Quaresma - tempo de partilha
Partilhar é, juntamente com a oração e a conversão, um dos pilares da Quaresma. O Cardeal francês Etchegaray escreveu: “Partilhar é o gesto sem calculismo de duas mãos abertas que não sabem se dão ou se recebem” e “Não há verdadeira partilha senão na pobreza, como não há verdadeira riqueza senão na partilha”.

Porquê partilhar? A criança responderá “para sermos gentis”, outros dirão “para ajudarmos, sermos úteis e felizes”… ou “porque todos precisamos uns dos outros”… Para nós, cristãos, é tornarmo-nos no que somos: “Corpo de Cristo” como S. Paulo escreve (1Cor, 12, 26): “Se um membro sofre, todos os membros sofrem com ele; se um membro é honrado, todos os membros se alegram com ele”.

É bem mais do que dar uma esmola, é “disponibilizar” o que temos: bens materiais, qualidade, tempo, alegria, competências… gestos que revelam o verdadeiro “rosto de Cristo”.

Na nossa Diocese a partilha quaresmal reverte para as Conferências Vicentinas.

*****

Diz a Sagrada Escritura: «Aquele que tiver bens deste mundo, mas não socorrer o seu irmão necessitado, não pode ter em si o amor de Deus”. (1Jo. 3, 17)

*****

Porque gasta o rico tanto
Que, do mal gasto, lhe sobre
Quando tanta gente pobre
Morre de fome num canto?
 
Seja o amor a primeira
Riqueza da tua casa,
Com paz, saúde e uma brasa
A aquecer-te na lareira.
 
In Jornal “Avé Maria” (Semanário) – Vila Real, 23.03.2014

Sem comentários:

Também poderá gostar de ler sobre...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...