Um Caminho do Coração

Queridos amigos do Click To Pray,

Na nossa proposta espiritual "Um Caminho do Coração", apresentamos uma visão unificadora do caminho da Rede Mundial de Oração do Papa. Tem nove pontos, sendo que o número cinco se intitula: "Chama-nos seus amigos". Neste mês de novembro, unindo-nos à intenção do Papa – "Pelos cristãos na Ásia, para que, testemunhando o Evangelho com palavras e obras, favoreçam o diálogo, a paz e a compreensão recíproca, sobretudo com aqueles que pertencem a outras religiões" – desejo salientar o valor da amizade como desafio cristão face a outras culturas e religiões. A amizade tem estes três aspetos: diálogo, paz e compreensão mútua, que nos podem ajudar no encontro com os outros.

A Ásia é o continente mais extenso e populoso da Terra, com 4.140 milhões de habitantes, quase 61% da população mundial. Importa saber que se trata de um continente com grande riqueza espiritual e significado religioso. Isto porque as religiões mais importantes do mundo surgiram ali: o Judaísmo, o Cristianismo, o Islamismo, o Budismo e o Hinduísmo.

A religião maioritária na Ásia é o Budismo, seguido do Islão, predominante no Médio Oriente e na Ásia Central. O Hinduísmo é outra das grandes religiões. Os cristãos encontram-se em vários países, mas sobretudo nas Filipinas, em Timor Oriental, na Coreia do Sul e na Arménia. Em números mais reduzidos, também no Líbano, na Síria, na Turquia, em Israel, para citar apenas alguns países.

Há também conflitos étnicos, como o conflito israelo-palestiniano, os conflitos entre hindus e muçulmanos na Índia, Paquistão e Bangladesh, entre hindus e budistas no Sri Lanka, entre muçulmanos e budistas na Indonésia, entre muçulmanos e cristãos no Líbano e entre hindus e sikhs na Índia.

Jesus chama-nos seus amigos e convida-nos a uma aliança de amor com Ele e a amar os nossos irmãos. A todos os homens e mulheres do mundo, pois somos suas criaturas muito amadas. A nossa amizade com Ele leva-nos a olhar o mundo com os seus olhos. O nosso desafio é conseguirmos ser amigos no Senhor e dar testemunho da mensagem de Jesus com a nossa vida quotidiana.

Sobre o diálogo inter-religioso, diz-nos o Papa Francisco: "Uma atitude de abertura na verdade e no amor deve caracterizar o diálogo com os crentes das religiões não cristãs, apesar dos vários obstáculos e dificuldades..." (Evangelii gaudium, n. 250).

P. Luis Ramírez H., sj                     
Assistente Internacional Rede Mundial de Oração do Papa
Movimento Eucarístico Juvenil

Roma

Sem comentários:

Também poderá gostar de ler sobre...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...