Povo Sacerdotal

Povo Sacerdotal
Antes do Concílio Vaticano II, a imagem que a Igreja dava de si mesma era a de uma pirâmide: no cimo o Papa, na base, os cristãos e, entre os dois, os bispos, padres e religiosos/as. Esta visão puramente hierárquica, herdada das religiões pagãs, o Concílio a substituiu pela bíblica – “Povo de Deus”: Deus revela-se a seu Povo com quem faz alianças. Um povo que não é formado por uma hierarquia poderosa e por membros passivos mas por todos os baptizados, ungidos na mesma comunhão fraterna e todos igualmente responsáveis pelo anúncio do Evangelho.

Os membros não exercem as mesmas funções mas, em dignidade, são todos iguais e «todos participam no “único sacerdócio de Cristo”». Somos, por isso, um Povo sacerdotal.

Na Eucaristia, por exemplo, não é o presidente o único celebrante. A assembleia dos baptizados, a que ele preside também celebra, de acordo com as suas funções.

*****

Diz a Sagrada Escritura: «Então, abriram-se os céus e Jesus viu o Espírito de Deus descer como uma pomba e pousar sobre Ele. E uma voz vinda do céu dizia: “Este é o meu Filho muito amado, no qual pus toda a minha complacência”». (Mt. 3, 16-17)

*****

Será só rotina fútil
O costume de ir à missa?
E lá não se desperdiça
Muito tempo em causa inútil?

- A missa é jorro de luz
Para aquele que acredita
Que nessa hora bendita
Tem encontro com Jesus.

In Jornal “Avé Maria” (Semanário) – Vila Real, 13.01.2013

Fonte da imagem

Sem comentários:

Também poderá gostar de ler sobre...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...