14 novos Cardeais foram nomeados há 101 anos


Há quase 101 anos (25.05.1914) que, conjuntamente com mais 13 Cardeais, D. António Mendes Belo foi nomeado, pelo Papa Pio X, como Cardeal de Lisboa.

É uma simples curiosidade, porque, há pouco tempo, também D. Manuel Clemente, Patriarca de Lisboa, foi elevado à dignidade de Cardeal.

Breve biografia de D. António Mendes Belo

Patriarca de Lisboa, nasceu na freguesia de S. Pedro Gouveia, a 18-06-1842.

Em 1856 entrou no seminário de Coimbra, onde fez os preparatórios, e em 1862 concluiu o curso eclesiástico. Formou-se em Direito na Universidade de Coimbra, que frequentou de 1866 a 1870. Nomeado vigário geral do Patriarcado e arcebispo de Mitilene em 27-XI-1883, foi preconizado em consistório de 24-III – 1884 e sagrado a 27-IV. Pouco meses depois foi eleito bispo do Algarve.

Vaga a sé de Lisboa, pela renúncia do cardeal D. José Sebastião Neto, foi D. António Mendes Belo apresentado patriarca por dec. de 7-XI-1907; confirmando pela Santa Sé em 20-X12-1907. Nomeado cardeal por Pio X em 25-5-1914, recebeu a 13-06 o solidéu que o papa lhe enviou pelo delegado apostólico, duque de la Vera e marquês de Ávila-Fuente, grande de Espanha e guarda-nobre pontifico.

Durante a Primeira Guerra Mundial tomou a iniciativa da assistência religiosa aos soldados portugueses em campanha. Sob os seus auspícios, formou-se a Comissão Nacional de Assistência, com delegações em todas as dioceses. Nomeou chefe dos capelães portugueses França D. José do Patrocínio Dias, depois bispo de Beja e então cónego da sé da Guarda.

Tornaram-se notáveis muitas das suas cartas pastorais, sobretudo as publicadas durante a guerra e em defesa dos direitos da Igreja, quer pela firmeza e elevação doutrinal, quer pelo tom patriótico e recorte literário. Assinalam-se também alguns dos seus discursos, especialmente o que proferiu em 1921, pedindo amnistia para os políticos que se encontravam presos em virtude da revolução monárquica de Janeiro de 1919. Pertenceu à Academia das Ciências de Lisboa. Jaz sepultado no Panteão dos Patriarcas, em S. Vicente de Fora.

Sem comentários:

Também poderá gostar de ler sobre...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...